Vibração Coletiva (29/11/2017) – Faça-se a Luz!

Vibração Coletiva (29/11/2017) – Faça-se a Luz!

Fiat Lux – “Faça-se a Luz”!

O que é essa luz em nós? A consciência de que somos luz.

E como luz, qual nosso caminho? Como toda luz, Evolução.

Nessa evolução, qual nossas possibilidades? Experimentação, em tantas quânticas diversidades de formas, dimensões, concentrações e expansões de energia, necessárias para “Unidade da alma”.

“Faça-se luz” em nossos pensamentos: Analisemos eles – Como um ator que quando lá o script, estando ciente de suas falas, sabe o que estão dizendo e porque. Não para fingirmos ou atuarmos, mas para sermos cientes do que estamos falando.

“Faça-se a luz” em nossos sentimentos: Observando-nos, no “palco da vida” o que estamos fazendo conosco, estamos nos sentindo bem? Fazemos o melhor pelo o próximo e por nós mesmos, agindo assim ou assim?.

“Faça-se a luz” em nossas ações: Onde sua mão toca? O que ela toca diariamente? Descubra suas ações, compreenda que se ela toca a semente, ela pode brotar, se ela toca a arma, ela pode matar, se ela toca o computador, celular, etc. Com sua escrita, ela transmite você, esse é o poder de suas ações, e toda ação tem uma reação.

“Faça-se a luz” em nossos corações: Para que nos lembremos de nossa capacidade potencial de amar, escondida no “Maya” o mundo das ilusões transitórias, casca dura de nossa personalidade atual.

Fiat Lux, não é mágica. É determinação com objetivo, e essa é a maior “mágica” do ser humano, seu potencial realizador.

Fiat Lux! para a humanidade, Mestre Hermes, que em sua “Tábua esmeraldina” desdobrou a forma e essência, para o dia que o “Véu de Isis, seja rasgado”, a descoberta do caminho Iniciático.

“Haja a Luz” nessa vibração coletiva para todos nós, a sua, minha, nossa luz!. Pois todos nós somos luz, vamos juntos relembrar?

(Fiat Lux é uma expressão latina traduzida frequentemente como “Faça-se a luz” ou “Haja a luz”, remetendo à passagem bí­blica da criação divina da luz descrita em Gênesis 1:3.)

Paz e Luz!

Esta entrada foi publicada em Vibrações Coletivas por um Mundo de LUZ com as tags . ligação permanente.